Polícia Civil

Estado de Sergipe

8 de novembro de 2023, 11:25

Três investigados por furto de fiação elétrica e associação criminosa são presos em flagrante em Aracaju

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Prejuízo estimado é de pelo menos R$ 11 milhões, além da falta de iluminação pública em pontos da capital sergipana

Três suspeitos de furto de fiação elétrica da iluminação pública de Aracaju foram presos em flagrante após investigações conduzidas pela Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra Concessionárias de Serviço Público (DRCSP), da Polícia Civil. O prejuízo estimado é de pelo menos R$ 118 mil. As prisões foram feitas pela Polícia Militar após acionamento do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp). Os presos também irão ser indiciados por associação criminosa. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 7.

De acordo com o delegado Rafael Brito, no mês de maio foi deflagrada uma operação que resultou em um levantamento integrado – entre a Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Fazenda Estadual – onde diversos ferros-velhos foram inspecionados. “Foi dada continuidade à investigação e, no dia 16 de outubro, a Connecta Aracaju prestou boletim de ocorrência sobre furto de fios”, explicou.

Na apuração policial, foi feito um levantamento na própria base de dados da Polícia Civil e foram constatados outros boletins de ocorrência também sobre furto de fiação e com o mesmo modo de atuação criminosa. “Geralmente, as mesmas pessoas, no mesmo horário e com o mesmo modus operandi. A partir daí, fizemos levantamentos junto ao Ciosp e também na região”, acrescentou o delegado.

No mapeamento feito durante a apuração policial, segundo Rafael Brito, apenas entre a BR-235 e a avenida Oswaldo Aranha, na Zona Oeste de Aracaju, foi identificado o furto de mais de 5 km de fiação elétrica. “O que dá um prejuízo de R$ 118 mil. Por isso, nós começamos a diligenciar de forma bastante efetiva em relações de crime”, complementou o delegado titular da DRCSP.

Já no dia 26 de outubro, ainda no decorrer da investigação, o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) identificou que as mesmas pessoas estavam cometendo furto de fiação elétrica, e os suspeitos foram presos em flagrante pela Polícia Militar. “Agora as investigações dos demais furtos continuam. Os três presos já estavam sendo investigados pela DRCSP por ao menos seis furtos”, informou o delegado.

A Polícia Civil solicita que a população também contribua com o trabalho da segurança pública no combate ao furto de fiação elétrica. “Pedimos que as pessoas nos ajudem, pois esses elementos que compuseram a investigação contou com a ajuda da população. As vítimas efetivas desses crimes não é a empresa concessionária, mas sim a população, por isso é fundamental o auxílio à polícia”, reforçou o delegado.

Para denúncias de crimes contra os serviços públicos, a exemplo da iluminação pública, a população pode repassar informações e denúncias sobre suspeitos dos crimes de furto de fiação elétrica por meio do Disque-Denúncia. O número é o 181, e o sigilo do denunciante é garantido. As informações irão fortalecer as investigações da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra Concessionárias de Serviço Público (DRCSP).