Polícia Civil

Estado de Sergipe

8 de fevereiro de 2024, 10:06

Segurança Pública detalha planejamento operacional com mais de 8 mil servidores para a Operação Carnaval em Sergipe

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Equipes do Corpo de Bombeiros e das polícias Militar e Civil estão estrategicamente distribuídas para garantir a segurança pública de toda a população

Para a segurança pública de sergipanos e turistas durante o período carnavalesco em Sergipe, a SSP estabeleceu um planejamento operacional estratégico que abrange todos os municípios sergipanos e os principais carnavais do estado. Entre bombeiros militares, policiais civis e policiais militares, são mais de 8 mil servidores envolvidos na operação de carnaval em Sergipe. Os detalhes do planejamento operacional do Corpo de Bombeiros e das polícias Militar e Civil para o período carnavalesco de 2024 em Sergipe foram apresentados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP). 

Polícia Militar

A Polícia Militar está empregando um efetivo de 7.882 militares, sendo 1.314 por dia do período carnavalesco. Estão sendo cobertos 251 eventos. Ao todo, são 669 viaturas sendo utilizadas pelas equipes da Polícia Militar neste carnaval. Dentre os principais eventos que contam com a atuação da segurança pública feita pela Polícia Militar estão Rasgadinho, Barra Folia e os carnavais de Nossa Senhora do Socorro, Neópolis, Pirambu e Abaís.

A atuação da Polícia Militar abrange operações de bloqueio viário, operações de trânsito, operações em eventos e operações de saturação. No reforço do policiamento durante o período carnavalesco, também estão sendo utilizados os drones. 

O planejamento abrange também as unidades especializadas, a exemplo do Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE), Batalhão de Polícia de Caatinga (BPCaatinga), Batalhão de Radiopatrulha (BPRp), Batalhão de Choque (BPChoque), Regimento de Cavalaria Mecanizada de Motopatrulhamento (Getam), Grupamento Tático Aéreo (GTA), Esquadrão de Polícia Montada (EPMon), Pelotão de Polícia Ambiental (PPAmb), Batla~hoa de Polícia Rodoviária (BPRv), Companhia Independente de Policiamento com Cães (CipCães) e Batalhão de polícia de Trânsito (BPTran). 

“Entre os comandos da capital e do interior, foram 251 pedidos de policiamento para o carnaval, e o público estimado é de 310 mil foliões. Por isso, teremos o monitoramento em  tempo real de todas as operações, de prisões em flagrantes e de ocorrências. A cada minuto teremos os números exatos do que está ocorrendo na capital e no interior do estado”, ressaltou o tenente-coronel Emerson, subcomandante do Comando do Policiamento Militar do Interior (CPMI). 

Polícia Civil

A Polícia Civil atua com mais de 170 servidores entre delegados, agentes e escrivães. Conforme o plano operacional, na capital, durante o carnaval estarão em funcionamento a Central de Flagrantes, o Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) e a Delegacia de Turismo (Detur). A Detur funciona somente para o registro de boletins de ocorrência. A 2ª Delegacia Metropolitana (2ª DM) estará em funcionamento para o registro de ocorrências na área do Rasgadinho.

Para atender eventuais demandas relacionadas ao tradicional evento carnavalesco ‘Barra Folia’, na Barra dos Coqueiros, a Polícia Civil também estabeleceu o plantão na 11ª Delegacia Metropolitana (11ª DM). A 11ª DM atende casos que tenham como vítimas crianças, adolescentes e demais grupos vulneráveis.

Outra opção de atendimento para registro de boletins de ocorrência será ofertado na 10ª Delegacia Metropolitana, que funciona na Rodovia dos Náufragos, n° 55 – Mosqueiro – Zona de Expansão de Aracaju. A unidade vai funcionar nos seguintes dias e horários: Sexta, 09/02 – das 13 h às 21h, e de 10 a 13/02 das 8 h às 20 h.

“Teremos sempre equipes compostas por delegados, agentes e escrivães, realizando a apuração criminal das ocorrências. Estruturamos vários plantões desde o início de fevereiro, mas esse planejamento é especificamente para o período do carnaval”, especificou a coordenadora operacional das delegacias da capital, delegada Nalile Castro.

Já no interior do estado, além das delegacias plantonistas, a Polícia Civil definiu plantões no Abaís (Estância), Caueira (Itaporanga D’Ajuda), Canindé de São Francisco, Itabaianinha, Neópolis, Pirambu e Simão Dias. As equipes também estarão completas com a atuação de delegados, agentes e escrivães.

“Implementamos uma política de prevenção para evitar ocorrências durante o período do carnaval, então deflagramos três grandes operações integradas no interior durante esta quinta-feira, 8. Como nosso maior problema durante o carnaval, é o tráfico de drogas, atuamos preventivamente para diminuir essas ocorrências no período carnavalesco”, ressaltou o coordenador operacional das delegacias do interior, delegado Fábio Pereira.

Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros estará atuando com um efetivo extra de 120 bombeiros militares. As equipes são formadas por mergulhadores, guarda-vidas, coordenadores, supervisores, operadores de drone e bombeiros militares atuando em patrulhamento aquático. 

Estão sendo empregados pelo Corpo de Bombeiros 13 viaturas de auto salvamento, oito motos aquáticas, três quadrículos, três botes de resgate e duas viaturas do tipo UTV. As equipes do Corpo de Bombeiros também contam com 82 equipamentos de resgate em água, que são os rescuetubes.

Dentre as localidades com reforço da atuação do CBMSE no carnaval, estão Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro, Itaporanga D’Ajuda, Estância, Cumbe, Campo do Brito, Lagarto, Porto da Folha, Neópolis, Propriá, Telha, Canindé de São Francisco. Também foi contemplada a Praia da Costa, Atalaia Nova, Porto Grande, Caueira, Praia do Saco, Abaís e Barragem de Cumbe.

“O nosso planejamento é para que o carnaval seja seguro para todos que vão aproveitar esse período carnavalesco em Sergipe. Sabemos que o período é dedicado a grandes festejos, com alta concentração de público e índice de afogamentos, por isso, diante dessa dinâmica, preparamos e planejamos como vamos atuar durante todo o período carnavalesco”, evidenciou a diretora-operacional do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Maria Souza.

Acionamento

Em casos de eventuais ocorrências relacionadas ao período carnavalesco, as forças de segurança pública podem ser acionadas pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), no telefone 190. O Corpo de Bombeiros também pode ser acionado pelo telefone 193. Os casos de crimes recorrentes podem ser informados de forma sigilosa pelo Disque-Denúncia, da Polícia Civil, no telefone 181.