Polícia Civil

Estado de Sergipe

3 de outubro de 2023, 09:03

Rosário do Catete completa um ano sem registro de crimes de estupro de vulnerável

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Resultado é fruto de investigações conduzidas pela Polícia Civil com as ações realizadas junto às outras instituições que integram a rede de proteção

O município de Rosário do Catete chegou à marca de um ano sem registros de casos dos crimes de estupro de vulnéravel. O resultado positivo é fruto de investigações que culminaram em 12 prisões durante o último ano. A informação foi divulgada pela Polícia Civil, nesta terça-feira, 3. 

De acordo com as informações policiais, após identificar um número elevado deste crime hediondo na cidade, a Polícia Civil, com toda a rede de proteção ao adolescente e à criança – Ministério Público, Polícia Militar, Guarda Municipal de Rosário do Catete, Conselho Tutelar e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). 

Ainda conforme a Polícia Civil, além das 12 prisões por estupro de vulnerável, outras 31 pessoas foram presas por outros crimes, como roubos e homicídios, totalizando 43 prisões em um ano. Inclusive, na Operação Anjos do Sol – deflagrada no mês de dezembro de 2022 – foi desarticulada uma rede de prostituição de adolescente e crianças.

O nome da operação, deflagrada em dezembro de 2022 e que complementou as ações policiais na região, é decorrente de um filme de 2006 que retrata a exploração sexual e o tráfico infantil. No Brasil, uma média de 45 mil por ano crianças e adolescentes sofrem violência sexual. A maioria dos crimes ocorrem dentro de casa, por pessoas próximas.