Polícia Civil prende homem que usou site na internet para conhecer mulheres e cometer crimes de estupro na Grande Aracaju

Ele cumpre pena no sistema prisional e se aproveita de benefício do regime semiaberto para praticar os crimes

Em ação do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), um homem foi preso em flagrante suspeito de ter estuprado e roubado os pertences de uma mulher, que ele conheceu em um site. O crime ocorreu na noite dessa terça-feira, 2. A prisão contou ainda com o apoio da Divisão de Inteligência (Dipol), do Departamento de Sistema Prisional de Sergipe (Desipe) e da Polícia Militar.

De acordo com a delegada Lorena Rocha, a vítima foi encaminhada pela Polícia Militar ao DAGV e informou que conheceu o homem através de um site na internet, tendo aceitado se encontrar com ele em um local na Zona Norte de Aracaju. “O encontro foi consensual, mas quando estavam a caminho da suposta casa do homem a vítima notou que ele se dirigia a um local deserto, cercado por um matagal, na cidade de São Cristóvão”, relatou.

Após ela questionar o local, ele parou o carro e ameaçou a vítima com uma faca, abusando sexualmente dela. “A mulher ainda foi obrigada a fazer um Pix para uma conta determinada por ele e teve seu telefone celular e objetos pessoais roubados”, acrescentou a delegada.

Ao prestar boletim de ocorrência no plantão do DAGV, a vítima mencionou que o homem utilizava um veículo Classic, de cor branca, e possuía várias tatuagens pelo corpo, nos braços e pescoço. “Essas informações comunicadas pela vítima permitiram que a equipe de investigação constatasse que se tratava do mesmo homem que já tinha feito pelo menos outras três vítimas nos últimos dois meses, em São Cristóvão”, detalhou Lorena Rocha.

Além disso, as investigações anteriores do DAGV apontam que o suspeito encontra-se, atualmente, cumprindo pena em regime semiaberto no sistema prisional sergipano, também por crimes de roubo e estupro. “Ele se aproveitava das saídas diárias destinadas ao trabalho para praticar novos crimes. A nossa suspeita é que ele tenha feito muitas outras vítimas, sempre utilizando desse mesmo modus operandi”, mencionou a delegada.

Ainda segundo Lorena Rocha, a apuração policial identificou que o homem sempre se utilizava da mesma história para chegar às vítimas e praticar os crimes. “As vítimas eram sempre levadas para o mesmo local. O homem conhecia as vítimas no mesmo site e levava as vítimas para a mesma localidade, onde os crimes eram praticados. Quando cruzamos a informação, chegamos à identificação do investigado”, acrescentou.

Com o reconhecimento do homem pela vítima, o homem foi preso em flagrante e encontra-se à disposição do Poder Judiciário para audiência de custódia. “A investigação identificou que todos os casos foram praticados pelo mesmo homem, e os procedimentos vão seguir na delegacia que tem atribuição para investigar os casos”, complementou Lorena Rocha, delegada que registrou o caso dessa terça-feira.

A Polícia Civil solicita que eventuais vítimas do investigado que ainda não registraram boletim de ocorrência procurem o DAGV. Informações e denúncias podem ser repassadas à polícia por meio do Disque-Denúncia, no telefone 181. O sigilo é garantido.

Última atualização: 4 de julho de 2024 10:57.

Pular para o conteúdo