Polícia Civil

Estado de Sergipe

6 de março de 2024, 16:10

Polícia Civil registra prisão preventiva de homem suspeito de estupro e tentativas de homicídio em Lagarto

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Investigado é amigo de infância de uma das vítimas

A Polícia Civil de Lagarto divulgou nesta quarta-feira, 6, a prisão preventiva do suspeito de um estupro e de duas tentativas de homicídio, ocorridos na madrugada da segunda, 4, no povoado Brasília, zona rural do município de Lagarto. Segundo informações prestadas à Delegacia de Atendimento a Grupos Vulneráveis de Lagarto (DAGV), o homem era amigo de infância de uma das vítimas.

De acordo com o relato feito aos policiais, a proprietária da casa, que reside sozinha, havia convidado uma amiga para dormir na residência na noite do domingo, 3. Durante a madrugada da segunda, a dona do imóvel foi despertada pelo toque de uma lâmina em sua garganta. Ao abrir os olhos, percebeu que um homem despido, com uma camisa cobrindo o rosto, estava no local e segurava o seu corpo.

Na tentativa de se desvencilhar do agressor, a mulher gritou e iniciou uma luta, acordando a amiga. Ao perceber que outra pessoa estava na casa, o suspeito desferiu três facadas na amiga da moradora, mas esta conseguiu fugir do quarto e sair do espaço, para pedir socorro aos vizinhos. 

Em meio ao ocorrido, a mulher que ficou no imóvel também foi atingida por facadas, mas conseguiu colocar o homem para fora do quarto, trancou a porta e passou a gritar e bater com um ferro de passar de roupas na janela, na tentativa de ser ouvida pela vizinhança, enquanto o homem tentava arrombar a porta.

Os vizinhos ouviram os pedidos de socorro e conseguiram conter o invasor, que havia arrombado a janela da casa, tirado a roupa e se armado com uma faca na cozinha da casa, antes de entrar no quarto. Ao tirar a camisa da cabeça do suspeito, que foi agredido por populares, ficou constatado que se tratava de um amigo de infância da dona do imóvel.

A polícia foi acionada e os vizinhos encaminharam os envolvidos ao Hospital Universitário de Lagarto, para os devidos cuidados médicos. A Polícia Militar foi ao local dos crimes, mas não encontrou as partes, seguindo prontamente para a unidade de saúde, onde ouviu as vítimas e o suspeito, conduzindo o homem à Delegacia Regional de Lagarto, onde a prisão em flagrante foi lavrada.

Na manhã da segunda, 4, a proprietária da casa prestou depoimento na DAGV, reafirmando o que havia dito à PM. Na ocasião, a amiga permanecia internada no hospital e estava na ala vermelha. Diante dos fatos, a Polícia Civil representou junto à Justiça pela prisão preventiva do homem e foi prontamente atendida pelo Poder Judiciário. O investigado foi encaminhado ao sistema prisional.