Polícia Civil

Estado de Sergipe

26 de abril de 2024, 13:54

Polícia Civil prende mulher investigada por transferir mais de R$ 28 mil de empresas em que trabalhou para contas pessoais em Aracaju

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Ela trabalhou no setor administrativo das empresas vítimas do crime, o que possibilitou as transferências ilícitas

Policiais civis da Delegacia Especial de Turismo (Detur), com apoio da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol), cumpriram o mandado de prisão contra uma mulher de 31 anos investigada por furto qualificado. Conforme investigação, ela transferiu  ao menos R$ 28 mil das contas de duas empresas em que trabalhou para contas pessoais da própria investigada. A ação policial ocorreu no apartamento em que a investigada reside no bairro Grageru, na zona Sul de Aracaju. 

De acordo com as investigações, ela trabalhava no setor administrativo de uma rede de restaurantes de Aracaju e tinha acesso às contas bancárias da empresa. Durante dois meses, ela fez diversas transferências bancárias, da conta da empresa para contas dela, totalizando mais de R$ 25 mil. 

As investigações apuraram que, antes de trabalhar na rede de restaurantes, a investigada trabalhou em uma rede de clínicas, e, em agosto de 2023, também efetuou transferências bancárias das contas das clínicas para contas dela, totalizando mais de R$ 3 mil. Após ser presa, ela confessou que efetuou as transferências, nas duas empresas mencionadas, e em outras empresas, nas quais trabalhou.

Ainda segundo as informações policiais, a investigada ostentava um alto padrão de vida, nas redes sociais, com publicações de fotos e vídeos viajando. Ela também possui um aparelho celular importado, avaliado em cerca de R$ 8 mil, além de estar residindo em área considerada nobre em Aracaju. Ela já se encontra à disposição da Justiça.