Polícia Civil

Estado de Sergipe

2 de outubro de 2023, 17:42

Polícia Civil prende líder religioso suspeito de abusar sexualmente de três jovens e uma adolescente em Aracaju

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Investigação revela que o homem utilizava-se da fé para explorar vítimas emocionalmente vulneráveis

O Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) cumpre mandado de prisão preventiva por violação sexual mediante fraude e estupro de vulnerável contra líder religioso suspeito de abusar sexualmente de quatro vítimas: três jovens e uma adolescente. A detenção ocorreu nesta segunda-feira, 02, na capital, e a investigação mostrou que ele utilizava-se de sua imagem espiritual para cometer os crimes.

De acordo com as investigações, a denúncia foi feita pela mãe de uma adolescente. Ao tomar conhecimento dos fatos, as equipes da DAGV imediatamente iniciaram as diligências, para verificar a veracidade dos fatos. Segundo o que foi apurado, os crimes ocorriam desde o ano de 2020, com a vítima mais nova começando a ser abusada aos 13 anos de idade.

A delegada Josefa Valéria, que está à frente do caso, detalhou que o líder religioso aproveitava-se da fragilidade emocional das vítimas, que buscavam ajuda psicológica e crescimento espiritual. De acordo com as informações divulgadas durante a investigação, o suspeito alegava que uma entidade espiritual que ele incorporava era responsável pelos abusos, orientando as vítimas a aceitarem tais práticas em busca de crescimento espiritual.

“Ele utilizou-se do ardil para seduzir essas vítimas, dizendo que era uma entidade incorporada naquele momento que praticava os abusos e que elas se desviavam à crise para obter o crescimento espiritual”, afirmou a delegada Josefa Valéria.

De acordo com a delegada, o investigado não confessou os crimes. “Ele não admitiu os fatos, negando ter conhecimento disso, alegando que entidades espirituais eram responsáveis ​​por abusos”, citou Josefa Valéria.

A delegada afirmou ainda que podem existir outras vítimas. “Como ele é um líder religioso e continuava na instituição religiosa, na sua tenda espiritual, a gente acredita que nós podemos identificar novas vítimas”, mencionou.

Após a prisão do líder religioso, mediante cumprimento de mandado de prisão preventiva, o DAGV pretende localizar outras possíveis vítimas, e solicita que elas compareçam ao Departamento. O suspeito foi encaminhado para audiência de custódia.