Polícia Civil

Estado de Sergipe

14 de setembro de 2020, 06:45

Polícia Civil prende homem por descumprir medida protetiva e realiza ações de combate ao crime em Propriá

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Também foram realizadas ações de combate ao crime

Na manhã desta sexta-feira, 11, policiais civis da delegacia regional de Propriá localizaram e efetuaram a prisão de Luciano Santos de Jesus, de 42 anos, em cumprimento a mandado de prisão por descumprimento de medida protetiva. 

De acordo com informações repassadas, nos últimos dias, policiais civis desarticularam mais um ponto de vendas de drogas na cidade. No momento da ação, os suspeitos conseguiram fugir, mas foi  apreendida uma pequena quantidade de maconha e aparelhos celulares foram apreendidos. 

Também foi interrompida uma tentativa de estelionato, na qual o suspeito simulou a venda de um aparelho celular via rede social para a vítima que efetuou depósito bancário do valor combinado na conta mencionada pelo golpista. Depois do pagamento, o produto não foi entregue e o anúncio retirado do site. Os policiais conseguiram localizar a proprietária da conta, que alegou desconhecer a transação e informou que apenas os dados teriam sido passados para um conhecido a fim de receber um depósito. A quantia fora restituída à vítima. 

Segundo o delegado João Eduardo, o homem preso será encaminhado ao sistema prisional. Tanto o traficante quanto o autor da tentativa de estelionato foram identificados e, portanto, a Polícia tomará as medidas cabíveis. O delegado reforça o alerta para a realização de transações pela internet, principalmente redes sociais, devendo-se desconfiar de ofertas com valor muito abaixo do mercado, além de procurar outros meios de verificação da procedência, existência e localização dos responsáveis, para evitar cair em algum golpe e ter seu dinheiro perdido. 

A Polícia Civil, por meio da delegacia regional de Propriá, agradece a colaboração da comunidade e reafirma a importância da utilização do Disque-Denúncia, pelo 181 ou pelo aplicativo, passando informações sobre crimes que ocorreram ou estão acontecendo no município, assim como situações suspeitas e indivíduos foragidos.