Polícia Civil

Estado de Sergipe

24 de novembro de 2023, 16:57

Polícia Civil indicia motorista de aplicativo que agrediu idoso em Aracaju

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

O suspeito foi indiciado por lesão corporal e crime de dano

Nesta sexta-feira, 24, a Polícia Civil indiciou um motorista de aplicativo investigado por agredir um idoso de 73 anos, em Aracaju, na última segunda-feira, 20, no bairro Luzia, ao final de uma corrida. O homem foi indiciado pelos crimes de lesões corporais praticadas contra o idoso e de dano, já que o celular da vítima foi quebrado.

O delegado Everton Santos, titular da 1ª Delegacia Metropolitana, que está à frente do caso, remeteu os autos do procedimento à Justiça na manhã desta sexta. “Foram encaminhados para a Justiça os autos do procedimento envolvendo o idoso de 73 anos e o autor do fato, um motorista de aplicativo, com 34 anos. O crime foi praticado por motivo fútil”, citou.

Durante o inquérito policial, dois funcionários de uma empresa fornecedora de energia foram ouvidos enquanto testemunhas. “Essas testemunhas confirmaram que realmente intercederam para que as agressões contra o idoso cessassem. Foi juntado também, além das imagens da ocorrência, o laudo pericial – um relatório médico – informando que ele teve lesão em uma das mãos”, completou o delegado.

Diante do levantamento de imagens do crime, das ouvidas e de diligências realizadas, o suspeito foi indiciado. “Nós tivemos que indiciar o autor nos crimes de lesões corporais, praticadas contra o idoso, bem como o crime de dano, porque o celular foi quebrado no momento da contenda”, concluiu o Everton Santos.

Entenda o caso

Na segunda, 20, foi registrada uma ocorrência de agressão contra um idoso, após um desentendimento em torno do pagamento por uma corrida feita por meio de aplicativo de transporte no bairro Luzia, em Aracaju.

De acordo com as informações policiais, a vítima teria feito o pagamento duplicado. Ao solicitar ao motorista que fizesse a devolução do valor, o condutor o teria tratado de forma agressiva, proferindo palavras ofensivas e o agredido fisicamente. O condutor do aplicativo teria jogado o aparelho celular do idoso no chão.