Polícia Civil

Estado de Sergipe

9 de janeiro de 2024, 16:25

Polícia Civil divulga imagem do autor de estupro na Barra dos Coqueiros

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Crime ocorreu na região da Praia da Costa e investigação pretende identificar outras vítimas

A Delegacia de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) cumpriu o mandado de prisão contra o homem investigado por estupro contra uma turista na Praia da Costa, na Barra dos Coqueiros, na última sexta-feira, 5. A imagem do autor do crime está sendo divulgada para chegar a outras vítimas. O nome do investigado é Edivan Vinícius Silva Santos, 35 anos. 

De acordo com a delegada Jacyara Mendonça, titular da DAGV da Barra dos Coqueiros, a investigação começou com o registro da ocorrência ainda no ano passado. No último dia 05, houve também um novo registro no plantão do DAGV de Aracaju. “Diligenciamos com nossa equipe para já conseguir as imagens das câmeras das residências próximas onde ocorreu o fato. Pelas imagens, o investigado foi reconhecido”, detalhou a delegada.

Conforme a delegada, o preso já vinha sendo investigado por outro crime do mesmo tipo. “Ele agia ali na Praia da Costa, por aquela região. Geralmente, às seis horas da manhã ou ao entardecer. E ele já vinha sendo investigado desde agosto do ano passado por uma tentativa de estupro. As vítimas já foram ouvidas e o reconheceram”, detalhou.

Jacyara Mendonça relatou ainda que o crime mais recente foi praticado pelo investigado contra uma turista na região da Praia da Costa. “Ela estava caminhando ali pela Praia da Costa, atrás dos condomínios, quando foi atacada por ele, que praticou o estupro”, especificou a delegada.

Diante da denúncia, investigação e representação pela prisão do investigado feita pela DAGV da Barra dos Coqueiros, o investigado já se encontra preso e à disposição da Justiça. “Pela atitude dele, que já vem com essa conduta procurando vítimas, é bem possível que haja outras vítimas que ainda não registraram o boletim de ocorrência”, complementou a delegada.

A Polícia Civil solicita que eventuais vítimas do investigado que agia na região da Praia da Costa procurem a DAGV para o registro do boletim de ocorrência. Outras informações podem ser repassadas ao Disque-Denúncia (181).