DAGV cumpre mandado de prisão definitiva contra mulher condenada por estupro de vulnerável

Crime ocorreu quando adolescente dormia na casa da investigada, que era madrasta da vítima

Equipe de investigação da Delegacia de Atendimento à Criança e ao Adolescente Vítima (Deacav), vinculada ao Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), deu cumprimento ao mandado de prisão definitiva de uma mulher de 40 anos. Ela é investigda por estupro de vulnerável de um adolescente de 13 anos. A ação policial ocorreu na última segunda-feira, 1º, e foi divulgada nesta quarta-feira, 3.

As investigações tiveram início em 2020, quando a mãe da vítima desconfiou da mudança de comportamento do filho, que não queria comer, estudar, falar e passou a ficar trancado dentro do quarto.

A mãe do adolescente era casada com um homem de 61 anos que tinha uma filha de 37 anos. Ela conta que precisou operar um câncer e era visitada pela enteada, que morava no interior do estado e costumava passar alguns dias em sua casa.

Conforme a apuração policial, durante as noites em que dormia na casa da madrasta e do pai, a investigada – enteada da mãe da vítima – aliciava o adolescente praticando com eles atos libidinosos.

A investigada foi condenada a nove anos de reclusão, e o mandado de prisão foi cumprido em um município do Baixo São Francisco. Ela já se encontra à disposição da Justiça para adoção das demais medidas cabíveis ao caso.

Última atualização: 3 de abril de 2024 11:01.

Pular para o conteúdo