Polícia Civil

Estado de Sergipe

25 de junho de 2020, 09:36

Nota de Pesar: Delegado-geral lamenta morte do papiloscopista Wendell Gonzaga da Silva

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Ele foi o primeiro papiloscopista homenageado com a medalha Mérito Policial Civil

O Delegado-Geral da Polícia Civil, Thiago Leandro Barbosa de Oliveira, manifesta seu mais profundo pesar pela morte do papiloscopista Wendell da Silva Gonzaga, 43 anos, ocorrida na madrugada desta quinta-feira, 25, em um hospital de Aracaju. Wendell estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) há mais de 10 dias. Ele foi vítima da Covid-19.

Wendell ingressou na Coordenadoria Geral de Perícias (Cogerp) no ano de 2016, quando foi aprovado em concurso público. Embora com pouco tempo no serviço público, ele revolucionou a Papiloscopia sergipana com um estilo arrojado de trabalho que não tinha dia nem horário para servir,

Wendell (esquerda) e Jenilson Gomes (diretor do Instituto de Identificação)

A Polícia Civil tem a honra de ter reconhecido esse brilhante servidor em vida, em abril de 2019, outorgando-lhe a medalha do Mérito Policial Civil, uma comenda reservada a pessoas e instituições que prestaram relevantes trabalhos ao serviço policial civil. Vários inquéritos da Polícia Civil foram remetidos ao Poder Judiciário com provas papiloscópicas das impressões digitais de criminosos na cena do crime.

A partida prematura de Wendell é uma perda irreparável para a Polícia Civil, para Coordenadoria Geral de Perícias (Cogerp) e toda a Secretaria de Segurança Pública do Estado. Seu legado jamais será esquecido. Nesse momento de dor, nos solidarizamos com todos colegas, amigos, familiares, sua esposa e seus três filhos.

Thiago Leandro Barbosa de Oliveira

Delegado-geral da Polícia Civil