Polícia Civil

Estado de Sergipe

27 de maio de 2024, 09:54

Leilão de veículo pertencente a condenado por roubo a motorista por aplicativo é autorizado pela Justiça para reparação à vítima

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Justiça determinou ressarcimento de R$ 70 mil à vítima do crime que ocorreu em novembro de 2022

Mediante pedido da Polícia Civil, a Justiça autorizou o leilão de um veículo pertencente a um réu condenado por roubo a motorista de aplicativo. Da quantia que for arrecadada no leilão, R$ 70 mil serão convertidos em benefício da vítima do roubo, que ocorreu em novembro de 2022. A iniciativa faz parte das estratégias da Divisão de Combate a Roubos e Furtos de Veículos (DRFV) para reprimir os roubos contra motoristas por aplicativo, assim como também para recompor o patrimônio das vítimas desses crimes na capital e na Região Metropolitana de Aracaju.

Segundo a delegada Michele Araújo, desde a formação de uma força-tarefa pela Polícia Civil para reprimir qualificadamente os roubos contra motoristas por aplicativo e entregadores de delivery, as ocorrências vêm caindo constantemente na Grande Aracaju.

“Estamos adotando as melhores práticas investigativas para combater a atuação desses grupos criminosos. Até o momento, postulamos e cumprimos diversas prisões, de modo que várias pessoas envolvidas com esses crimes atualmente estão presas e condenadas, o que tem contribuído para um cenário mais seguro para os profissionais,” explicou a delegada.

Além das medidas repressivas convencionais, a DRFV implementou a estratégia de asfixia financeira desses grupos criminosos, visando desestimular a prática dos crimes. “Estamos atacando a origem. Esses roubos a motoristas de aplicativo objetivam o proveito financeiro”, evidenciou a delegada Michele Araújo.

“Assim, enviamos uma mensagem clara de que a prática do crime trará prejuízos maiores que os lucros, tornando a atuação criminosa inviável financeiramente. Como exemplo, temos esse caso específico, em que o assaltante foi condenado à reparação patrimonial da vítima em R$ 70 mil. Um veículo do investigado, que foi sequestrado judicialmente a pedido nosso, será leiloado para indenização da vítima”, complementou a delegada.

Essa abordagem da Polícia Civil busca não apenas punir os criminosos, mas ressarcir as vítimas em seu prejuízo patrimonial, além de desmantelar as bases financeiras que sustentam as operações criminosas, promovendo assim uma redução significativa nos crimes contra motoristas de aplicativo e entregadores de delivery na Grande Aracaju.