Homem condenado a 18 anos de prisão por estupro da própria filha é detido em cumprimento a mandado de prisão em Estância

O fato aconteceu em 2013, quando a vítima tinha 15 anos

Um homem de 65 anos, condenado a 18 anos de prisão pelo crime de estupro contra a própria filha, quando a vítima tinha 15 anos, foi preso pela Delegacia de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) de Estância. A detenção ocorreu em cumprimento a mandado de prisão. A ação policial ocorreu na tarde dessa quarta-feira, 6.

De acordo com as investigações, o fato aconteceu em 2013. Os abusos ocorreram por cerca de um ano, sendo descobertos pela escola onde a vítima estudava, onde a psicopedagoga notou uma mudança de comportamento por parte da adolescente na época do crime.

Ao ser questionada pela psicopedagoga, a vítima relatou os abusos que sofria por parte do próprio pai. Diante do fato, o Conselho Tutelar foi acionado, e o caso foi levado à apuração pela Polícia Civil.

A delegada Marcela Souza, que estava acompanhando o caso pela DAGV de Estância, ressaltou a inportância da participação da escola na identificação de casos como o investigado.

“Nesse caso, nota-se o quão valioso é a participação da escola na vida do aluno, pois lá foi notado que a adolescente estava passando por situação de abuso. A vítima estava agressiva de diversas formas, e a psicóloga da instituição teve um papel essencial e sensibilidade suficiente para poder identificar e ajudar na resolução desse fato”, ressaltou a delegada.

“É muito importante ter uma rede de apoio, neste caso, a escola, o conselho tutelar e a polícia trabalharam em conjunto”, complementou a delegada reforçando que a Polícia Civil solicita que informações e denúncias sobre crimes e suspeitos de ações criminosas sejam repassadas à polícia por meio do Disque-Denúncia, no telefone 181.

Última atualização: 7 de março de 2024 11:10.

Pular para o conteúdo