Polícia Civil

Estado de Sergipe

19 de fevereiro de 2024, 15:17

Governador empossa 83 aprovados em concurso da Polícia Civil e cria Comissão para fortalecimento da carreira de segurança

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Cerimônia de abertura do curso de formação, aula inaugural e posse dos 68 agentes e 15 escrivães aconteceu nesta segunda-feira, 19, no auditório da Acadepol

Em solenidade na Academia de Polícia Civil do Estado de Sergipe (Acadepol), nesta segunda-feira, 19, o governador Fábio Mitidieri empossou os 68 agentes e 15 escrivães da Polícia Civil, aprovados no concurso público nº 01/2021, publicado em 2 de julho de 2021 e homologado em 20 de setembro de 2022. 

Com a solenidade, o chefe do Executivo estadual deu por iniciada as aulas dos 83 alunos, que terão aproximadamente quatro meses de preparatório,  o que significa uma carga horária de 568 horas, sendo 360 presenciais, 28 de palestras e 180 de ensino a distância. Esta é a primeira turma de 2024. No ano passado, a primeira turma formada por 68 novos policiais já havia sido chamada pelo governador.

“Entendemos a importância da segurança pública. Com essa nova turma, estamos oxigenando nossos quadros de servidores, com gente nova chegando. A segurança pública está crescendo cada vez mais. Os números são expressivos, mostram que estamos no caminho certo. Somos um dos estados mais seguros do Brasil e isso se deve ao trabalho conjunto das polícias”, reconheceu o governador Fábio Mitidieri.

De acordo com o secretário de Estado de Segurança Pública, João Eloy de Menezes, os novos servidores vão reforçar o trabalho da segurança pública no estado.  

“O concurso foi feito e o governador hoje convoca a segunda turma para o curso de formação. Esses alunos aqui hoje vêm para fortalecer nossos trabalhos”, declarou.  

Na oportunidade, o governador Fábio assinou a formação de uma Comissão Mista de Trabalho, composta por todas as pastas interessadas, a fim de que sejam estudadas as melhores formas de retomada das carreiras das forças de segurança do estado. “Se somos um dos estados mais seguros do país, devemos ter a polícia mais valorizada também!”, avaliou o governador.

Curso

A grade curricular do curso de formação de novos policiais civis será composta por 48 disciplinas, ministradas por 62 instrutores e acompanhada de monitores. 

Como complemento da carga horária total, os novos policiais civis também receberão instruções de capacitação em prática do Sistema de Procedimentos Policiais Eletrônicos (PPE), sistema e-Doc, noções de entradas táticas, noções de atendimento pré-hospitalar de combate, técnicas de abordagem, além do curso de sobrevivência policial.

“É uma sensação indescritível! Hoje é a simbolização de uma conquista pessoal e profissional de muita luta e dedicação. Estou animada para adquirir todo conhecimento possível e dar o meu melhor. Sinto uma responsabilidade muito grande e espero, após a formação, me sentir apta para dar o meu melhor e servir à sociedade da maneira que ela merece”, declarou a empossada no cargo de escrivã Taís Conceição. 

O novo agente da Polícia Civil Maurício Daltro falou da alegria em ingressar na corporação. 

“É uma honra entrar para esta família da Polícia Civil, ingressar nessa corporação tão respeitada e respaldada pelos brasileiros”, afirmou.

Segurança

Segundo levantamento do Instituto de Política Econômica Aplicada (Ipea), Sergipe figurou entre os três estados que mais reduziram os homicídios, de janeiro a agosto de 2023. Segundo o estudo, a diminuição foi de quase 20%, no comparativo com o ano anterior.

Conforme o Ipea, nos últimos cinco anos, Sergipe foi o estado que mais reduziu homicídios, atrás apenas do Distrito Federal.  Ainda fruto do investimento em segurança pública feito pelo Governo do Estado, em 2023, Sergipe alcançou o menor patamar de casos mensais de roubos e furtos de veículos em cinco anos, conforme levantamento feito pela Polícia Civil. Apenas entre 1º de janeiro e 17 de outubro de 2023, na capital e região metropolitana, a queda no número dessas ocorrências entre 2022 e 2023 foi de 33,48%. Já no interior do estado a diminuição foi de 34,22%. 

Investimentos

No ano de 2023, o Governo de Sergipe fez diversos investimentos na Segurança Pública. Dentre eles estão a convocação de novos servidores, construções e reformas de unidades policiais, além da concretização de parcerias e convênios para a entrega de equipamentos para as forças de segurança pública de Sergipe.

Em 2023, unidades policiais foram elevadas a novo posto, a exemplo do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), antiga CPTran, Regimento de Polícia Montada (RPmon), antigo EPMon, Batalhão de Polícia de Ações Táticas do Interior (BPati), antigo Gati, e Batalhão de Polícia de Caatinga (BPCaatinga).

Também foram entregues no primeiro ano de gestão do governador Mitidieri a nova Delegacia de Repressão a Crimes Rurais e Abigeato (Dercra), a 2ª Companhia de Ações Táticas do Interior (2ª Cati/BPati), e a 4ª Companhia de Ações Táticas do Interior (4ª Cati/BPati).

Ainda em 2023, o Governo do Estado também entregou a nova Delegacia de Atendimento a Grupos Vulneráveis de Lagarto (DAGV), a nova Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), em Tobias Barreto, criou a unidade do Getam, em Lagarto, reativou a 10ª Delegacia Metropolitana (10ª DM) e inaugurou a Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra Concessionárias de Serviço Público (DRCSP).

Ordens de serviço

Em novembro passado, o governo assinou as ordens de serviço para reforma e ampliação da Central de Flagrantes e para reforma e ampliação do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e as obras da nova sede do Corpo de Bombeiros, em Itabaiana, e construção do novo prédio  do Centro Integrado de Referência em Atenção à Saúde do Trabalhador (Cirast). Todas as novas unidades representam um investimento de mais de R$ 8,3 milhões, injetados na segurança da população sergipana.