Polícia Civil

Estado de Sergipe

3 de maio de 2024, 17:09

Foragido de Mato Grosso por homicídio de homem que proibiu caça em sua propriedade é preso em SE

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Viúva da vítima agradeceu trabalho das forças de segurança pública de Sergipe

“O que eu passei eu não desejo a ninguém, mas eu sempre acreditei que a polícia ia nos ajudar. Eu gostaria de pegar na mão de cada um e agradecer, é um alívio”, foi assim que Carolaine, viúva de Cleverson Casagrande agradeceu a ação policial deflagrada pelo Batalhão de Caatinga (BPCaatinga), que cumpriu o mandado de prisão do investigado como autor do homicídio que ocorreu em Marcelândia (MT). A detenção ocorreu em Nossa Senhora da Glória, no Sertão de Sergipe, com o apoio da Divisão de Inteligência da Polícia Civil (Dipol).

O crime aconteceu em 29 de outubro de 2023. Na data, Cleverson, de 34 anos, foi morto por disparo de arma de fogo feito por um homem de 22 anos.

O motivo para o crime, conforme apuração das forças de segurança pública de Mato Grosso, foi o fato de a vítima ter proibido a caça em sua propriedade rural, na comunidade de Santa Rita, em Marcelândia (MT).

Após o crime, o investigado fugiu de Mato Grosso e veio a Sergipe, onde foi encontrado e preso nessa quinta-feira, 2, em Nossa Senhora da Glória, no sertão sergipano.

Com a prisão do investigado pelo homicídio, a Viúva de Cleverson, Carolaine, entrou em contato com a Secretaria da Segurança Pública de Sergipe (SSP) para agradecer pelo trabalho feito pelo BPCaatinga e pela Dipol.

“Vocês poderiam nem dar tanta importância, e vocês deram [atenção]. Então eu estou passando aqui para agradecer imensamente por vocês terem pego esse bandido (sic). Vocês não sabem o alívio que me deram. Meu filho viu tudo, meu filho agradece [o trabalho da polícia]”, descreveu Carolaine.

Para diretora da Dipol, delegada Mayra Evangelista, a prisão é resultado da integração entre as polícias Civil e Militar de Sergipe. 

“Após sermos demandados pela Polícia Civil de Mato Grosso, levantamentos indicaram que o investigado tinha familiares em Sergipe. A Dipol conseguiu algumas informações e, com as diligências do BPCaatinga, o investigado foi preso”, detalhou Mayra Evangelista.

Com a prisão, o investigado pelo homicídio de Cleverson Casagrande, no interior matogrossense, será recambiado para o Mato Grosso, onde ficará à disposição da Justiça do estado onde ocorreu o crime.