Polícia Civil

Estado de Sergipe

2 de outubro de 2023, 09:32

Acadepol sedia curso básico de Business Intelligence aplicada à Segurança Pública

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter

Mapeamento de ocorrências e horários é fundamental para tomada de decisão em ações de combate à criminalidade no estado

Com o objetivo de fortalecer o trabalho orientado a dados das forças de segurança pública, teve início a ‘2ª Edição do Curso básico de Business Intelligence aplicada à Segurança Pública em Sergipe’. Nacionalmente, é a 20ª edição. O curso foi aberto nesta segunda-feira, 2, e segue até a próxima sexta-feira, 6, na Academia de Polícia Civil (Acadepol). As instruções são ministradas pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). 

São 40 horas de instruções que visam capacitar profissionais de inteligência em segurança pública, especificamente na implantação do conceito de Business Intelligence para assessoramento do processo de tomada de decisão, função essencial da atividade de inteligência.

Em Sergipe, a Polícia Civil também já utiliza as ferramentas associadas à Business Intelligence para estabelecer o ranking de produtividade das delegacias. Essas informações podem ser conferidas, de modo público, no site da instituição, em iniciativa idealizada pelo assessor de tecnologia da Delegacia-Geral, Álvaro Lucas.

De acordo com Inephanio Cardoso, coordenador da Coordenadoria Geral de Inteligência em Segurança Pública (Cogesisp), o curso é destinado a profissionais da segurança pública. “É preciso trabalhar em tempo real com dados estatísticos. Com essa ferramenta, nós temos acesso a estatísticas sobre quantidade de crimes e horários de incidência”, detalhou.

Ainda conforme o coordenador da Cogesisp, a segunda edição do curso vem fortalecer a utilização da inteligência na segurança pública de Sergipe. “Essa ferramenta já vem sendo utilizada, e o objetivo do curso é ampliar a utilização através da capacitação de mais profissionais”, acrescentou Inephanio Cardoso.

Segundo a diretora da Divisão de Inteligência (Dipol), Mayra Moinhos, a utilização de dados na perspectiva atual de Business Intelligence confere maior agilidade ao trabalho policial. “Isso traz agilidade e torna a análise de dados mais atraente, impactando na apreciação dessas informações por nossos gestores”, ressaltou.

Também de acordo com Mayra Moinhos, Business Intelligence é essencial não só na atividade de negócios, mas também na atividade da segurança pública. “Quem não está por dentro dessa ferramenta, vai ficar para trás. É uma grande oportunidade de capacitar servidores para que a gente demonstre e expanda o uso dessa ferramenta na segurança pública”, complementou.

Ainda na solenidade de abertura, o Corpo de Bombeiros, por meio do coronel Izaú Júnior, entregou moedas comemorativas da corporação aos integrantes da mesa organizadora do curso em alusão ao aniversário da instituição.

Estão participando do curso servidores da Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros de Sergipe, além de integrantes da Secretaria Nacional de Políticas Penais e Polícia Civil do Distrito Federal.